quarta-feira, 1 de junho de 2011

Fascínio de número 2




Sua voz tem sabor de alguma coisa que nunca provei, uma fruta perdida no paraíso, provavelmente esquecida, algo que cure doenças e liberta os sentidos. Até mesmo seu reflexo em outra íris não me constrange, me faz lhe querer mais, e assim mais me escondo. Todo o seu jeito, e seu entusiasmo, de menino, de homem, coisas suas, que tanto desejo, e que tanto zelo faz de você meu vício mais simples e mais delicioso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário